Dieta Pastosa e Disfagia

Hoje eu queria falar um pouco da importância de se pensar melhor a respeito da Dieta Pastosa!
Em um primeiro momento parece bobagem achar que é algo complicado fazer (e seguir) uma dieta pastosa, não é? é só bater tudo…
A verdade é que não é bem assim…

Aquilo que comemos deve agradar primeiro aos nossos olhos…A aparência da nossa refeição é um dos fatores de sucesso para uma boa alimentação que precisa ser saborosa e apetitosa! A consistência pastosa muitas vezes pode falhar nesse aspecto e à primeira vista pode ter uma aparência desagradável e parecer insossa…

Este aspecto precisa ser muito bem trabalhado durante o tratamento e gerenciamento da alimentação do paciente e para isso a orientação prática é fundamental!!!

Fica aqui, um exemplo de um prato bem atrativo, com cuidados nos detalhes…deu água na boca ou não deu??!!

Frango ao molho de espinafre, purê de batatas e cenourinhas…Com suco de laranja espessado e creme de chocolate de sobremesa!!

Utensílios na mesa e Disfagia

Você deve estar perguntando: O que tem a ver os utensílios com a disfagia??! Bom, tem tudo a ver…

É com os olhos que iniciamos nossa alimentação! (o paciente disfágico também!!!) e por isso é tão importante investir no aspecto visual da comida, seja através do próprio alimento, seja dos utensílios que colocamos e dispomos à mesa! Este é um dos aspectos que trabalho nas Oficinas de Culinária, fundamental no objetivo de devolver a dignidade ao paciente disfágico na mesa.

Louças coloridas, ramequins, potinhos…detalhes que fazem a diferença na mesa!! Foto de: Blog Referans

Fonocozinhando no Rio de Janeiro…

Sexta-feira, dia 31/08, estive no Rio de Janeiro realizando a Oficina de Culinária Adaptada, no evento do Hospital Pró-Cardíaco – a 2ª Jornada Multidisciplinar Científica. O curso foi um sucesso, uma turma ótima de 23 fonoaudiólogas participaram da aula, colocaram a mão na massa e aproveitaram a degustação… Além disso, as nutricionistas do Hospital puderam acompanhar alguns momentos da aula, reforçando a parceria fundamental que deve ocorrer quando tratamos da alimentação do paciente.

Enfim, esta Oficina foi realmente muito especial, porque além de eu poder passar adiante este conceito de cuidados à dieta pastosa, foi a primeira vez que saio do Rio Grande do Sul com a Oficina de Culinária Adaptada!! E que venham muitas outras…

As fotos já estão na Galeria das Oficinas…

Abraços,
Cristiane

Iogurte grego e Disfagia

O iogurte sem dúvida é uma opção agradável para o paciente disfágico e que as famílias gostam de ter sempre em casa pela praticidade de “comprar pronto”, tendo sempre uma sobremesa ou lanche na geladeira. Porém, a maioria dos iogurtes tem uma consistência de líquido espessado ou líquido muito espessado, sendo poucos os que tem consistência pastosa fina. Isso faz com que o paciente, para consumir, necessita adicionar espessante para chegar à consistência que ele necessita. Ler mais

Dieta Pastosa nas Festas Juninas

Com as festas juninas se aproximando, já logo vou pensando quais receitas dá para se adaptar para o paciente disfágico!!! Vou começar a postar conforme for testando cada receita…

A primeira é a Canjica, que eu ADOROOOO !! Já testei e ficou uma delícia adaptada…super aprovada!! Já tem paciente experimentando…hummmmmmm Ler mais