É verão! Dicas para manter o paciente disfágico hidratado!♥ #porumpastosomelhor

A cada ano que passa a temperatura do planeta sobe um pouco mais. E é no verão que o corpo precisa de ainda mais líquidos para se manter hidratado. Uma boa hidratação é fundamental para que todas as funções sejam desempenhadas de maneira adequada.

Quem atende ou é familiar de um paciente disfágico sabe bem como é essa preocupação… Em outro post, falei mais sobre a importância da hidratação e os perigos de quando o paciente já está desidratado, bem como dos sinais para identificar quando o paciente já está ficando desidratado. Se você ainda não viu, não deixe de ler aqui!!

Diante da maior dificuldade que os pacientes disfágicos tem em consumir líquidos quando estão espessados, é preciso estar atento e oferecer opções que ajudem o paciente a se manter hidratado. Confira estas dicas:

  • Incentive a ingesta de líquidos ao longo do dia. Várias vezes ao dia, ofereça um volume pequeno de líquido. É mais difícil o paciente tomar um copo bem cheio de líquido espessado de uma só vez. Oferecer mais vezes o volume dividido em porções facilita a aceitação.
  • Evite copos cheios e grandes. Ofereça os líquidos em copos pequenos e baixos, que serão mais fáceis para o paciente engolir.
  • Mantenha sempre as bebidas que o paciente mais gosta. Oferecer sabores conhecidos à ele e que serão mais atrativos, facilita a aceitação.
  • Procure sempre oferecer os líquidos espessados frios ou gelados. O sabor ficará muito melhor, até mesmo para a água.
  • Use e abuse das águas aromatizadas. Elas oferecem uma melhor aceitação quando são espessadas. Você pode testar algumas destas receitas aqui!
  • Ofereça alimentos ricos em líquidos como sopas e caldos, sempre cuidando a consistência segura para o paciente.
  • Se achar que o paciente pode estar apresentado sinais de desidratação, procure auxílio médico.

 

♦ As informações contidas neste Blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, fonoaudiólogos, nutricionistas ou outros especialistas. Se tiver alguma dúvida, procure um dos profissionais.

Falando sobre Dieta Pastosa – HIDRATAÇÃO! #porumpastosomelhor

Quando se trata de Disfagia, a preocupação com a hidratação do paciente está sempre presente, não importa a época do ano. Mas, é claro, essa preocupação aumenta ainda mais no verão, pois sabemos que a estação mais quente do ano pode causar mais rapidamente uma desidratação.

Nas minhas pesquisas, encontrei um artigo muito interessante da National Foundation of Swallowing Disorders que fala sobre o assunto, então trago aqui algumas partes traduzidas dele, assim podemos ficar bem atentos e prevenir esse problema! Como dizia no Blog da NFSD: “Compartilhe com amigos, familiares e profissionais da saúde do paciente disfágico que possa estar em risco de desidratação. Assim todos podem estar atentos!!”

A água é um elemento essencial à vida. Sem água, não sobrevivemos por mais que alguns dias. Para aquele que tem uma dificuldade de deglutição, ficar adequadamente hidratado é um desafio particular único. Consumir líquidos espessados, muitas vezes faz com que o paciente tenha uma baixa ingesta por causa do sabor e textura dos espessantes. e neste caso recomenda-se o uso dos espessantes à base de Goma Xantana que proporcionam uma melhor aparência e aceitação.

Indivíduos que tem mobilidade limitada e disfagia estão em alto risco de desidratação, pois eles dependem de outros para satisfazer suas necessidades de consumir líquidos. O consumo de líquidos espessados pode ainda não fornecer a sensação de satisfação oral que você teria com um líquido normal. O paciente pode ainda se queixar de sede, boca seca e pegajosa. Para isso, procure oferecer sempre os líquidos espessados bem gelados, o que aumenta a sensação de frescor e, se necessário, passe uma gaze umedecida em água gelada pela boca do paciente.

Comer alimentos como sopas, purês de frutas, pudins, etc que têm um conteúdo elevado de líquidos no seu preparo também auxiliam no combate à desidratação. As Águas Aromatizadas e Chás bem gelados também auxiliam muito o aumento de ingesta de líquidos espessados. (sugestões de líquidos espessados aqui)

A desidratação pode ser exacerbada por medicamentos como diuréticos, laxantes, certos antibióticos e antidepressivos. Por favor, consulte o médico do paciente para esclarecer qualquer dúvida ou preocupação.

A desidratação pode ser muito grave. A desidratação grave pode levar à hospitalização. A chave para prevenir a desidratação é simples: EVITÁ-LA. Esteja ciente do que e de quanto você está oferecendo ao paciente disfágico!

10 Sinais de Aviso de Desidratação (segundo o artigo da NFSD)

  1. Sede. Se está sentindo muita sede, você já está desidratado!
  2. Boca seca. Alguns medicamentos podem aumentar a sensação de boca seca, reduzir a produção de saliva e exacerbar o problema.
  3. Fadiga ou sonolência.
  4. Tonturas. A sensação de tonturas ou vertigem é sinal de desidratação moderada.
  5. Depressão ou Irritabilidade. A desidratação pode causar comportamentos indesejados em pessoas com demência.
  6. Urina escura ou turva. Se sua urina não está clara, você pode estar desidratado. Quanto mais escura for a cor da urina, mais grave será a desidratação.
  7. Dificuldade para ir ao banheiro. Constipação é um sintoma comum de desidratação crônica. Assim como urinar pouco, que também pode ser sinal de desidratação.
  8. Alterações na pele. Pele avermelhada pode ser sintoma de desidratação aguda e pele seca pode ser sintoma de desidratação crônica.
  9. Náusea. Muitas vezes, se você sente náuseas, não sente vontade de beber nada. MAS é necessário beber, para evitar a desidratação. Se sentir náuseas, tome pequenos goles de água espessada fria, não gelada.
  10. Respiração rápida. Se tiver uma respiração rápida e batimentos cardíacos aumentados, procure assistência médica.

OBS: Estas informações são dadas como orientação e alerta. Qualquer dúvida em relação à hidratação deve ser esclarecida com o médico responsável.

Fonte: “Hydration, Hydration, Hydration!” Byline: Laura Michael (Dysphagia Supplies Direct, LLC;

Foto: Google Images