Disfagia e Hidratação – 7 Dicas importantes #porumpastosomelhor

A hidratação no paciente disfágico é uma preocupação constante – não só no Verão – mas nesta época é preciso ficar ainda mais atento e criar maneiras de oferecer a hidratação adequada!

A desidratação é um problema sério de saúde, principalmente nos pacientes idosos. Por ser uma faixa etária onde a disfagia também está bastante presente, é preciso ter muita atenção para que isso não se torne uma emergência médica.

A desidratação nos idosos pode levar à

  • Infecções no trato urinário
  • Quedas frequentes
  • Agravamento de outras condições médicas (ex. renal ou cardíaca)
  • Hospitalização

Seguem algumas dicas para auxiliar a hidratação e aceitação de líquidos espessados pelo paciente disfágico:

  1. Mantenha água sempre gelada disponível – Deixe para espessar na hora de servir o paciente (você pode manter uma jarra ou garrafa de água específica para o paciente disfágico, assim pode controlar o consumo diário)
  2. Use e abuse de águas aromatizadas e saborizadas – Cores fortes, e variações coloridas atraem mais! Confira algumas receitas aqui!
  3. Pense além da água – Sabemos que a água é o melhor hidratante, mas outras bebidas também podem funcionar bem, principalmente em relação à aceitação.
  4. Pense além dos líquidos – Alguns pacientes disfágicos acabam preferindo mais comer do que beber, e aceitam muito pouco líquido. Então forneça alimentos com alto teor de água, como purê de vegetais, consomês (quentes ou frios), sucos de frutas, como melancia e melão. Mas nunca pare de insistir nos líquidos!!!
  5. Esteja atento à alimentos que desidratam – Preparos com alto teor de sódio, açúcares e cafeína, por exemplo.
  6. Forneça copos adequados para pacientes disfágicos – xícaras ou copos baixos e largos, que permitam que o paciente beba pequenos goles, “encaixando” o nariz, evitando que ele jogue a cabeça para trás (o que aumenta o risco de aspiração)
  7. Coloque alertas para lembrar de oferecer líquidos! – Muitas vezes, o paciente disfágico é alimentado por um cuidador, e não irá buscar se hidratar sozinho! Com tantas tarefas a fazer, não é difícil esquecer de estar oferecendo líquidos várias vezes ao dia. Para auxiliar, coloque alertas no celular durante o dia.

⚠ ⚠ Em outro post, falo dos sintomas de desidratação. Confere aqui! ⚠ ⚠

♦ As informações contidas neste Blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, fonoaudiólogos, nutricionistas ou outros especialistas. Se tiver alguma dúvida, procure um dos profissionais.