Entendendo o Problema: Sinais de Disfagia! #porumpastosomelhor

Seguindo a Série de Posts sobre Disfagia, hoje trago aqui vários dos sinais que indicam que algo não vai bem com a deglutição!

A disfagia é uma condição desconfortável, assustadora e potencialmente fatal, pois interfere na ingestão oral de alimentos e líquidos. A identificação precoce da disfagia é muito importante para evitar as complicações associadas à ela.

Algumas vezes os sinais podem ser confundidos ou menosprezados por serem sinais de “algo passageiro” ou de outras alterações (como prótese mal ajustada, resfriados, etc…). Os cuidadores e familiares devem ter conhecimento de todos os sinais de disfagia, pois muitas vezes o paciente não irá reconhecer ou revelar os sinais que está sentindo. Da mesma forma, alguns pacientes podem apresentar outros sinais diferentes do que quando foi diagnosticado, porque a disfagia avançou ou porque alguma mudança pode estar acontecendo na conduta terapêutica (consistência errada, por exemplo) e o paciente estará em risco.

Estes são alguns dos sinais de disfagia:

  • Tossir antes, durante e/ou após comer ou beber – a tosse da disfagia pode ser tanto no momento que a pessoa está comendo, até alguns minutos após terminar a refeição!
  • Asfixia/ sufocação ao comer ou beber – bloqueio parcial ou completo das vias aéreas por alimento.
  • Baba / dificuldade para controlar a saliva
  • Escape de alimento ou líquido pela boca
  • Dificuldade na mastigação (paciente passa a evitar alimentos que exigem mastigação)
  • Ficar com resíduo de alimento entre as bochechas e gengivas
  • Dificuldade de engolir certos alimentos ou líquidos
  • Mudança na voz enquanto come (voz “molhada” ou rouca)
  • Necessidade de várias deglutições para cada colherada
  • Pigarro – este é um dos sinais que se confunde muito com “ele sempre fez isso” “foi do resfriado” – muita atenção ao pigarro enquanto o paciente está comendo ou alguns minutos após o término da refeição!
  • Tempo de refeição prolongado – paciente que leva mais de 30 minutos para comer
  • Dor enquanto deglute
  • Alteração respiratória enquanto se alimenta (respiração mais rápida, por exemplo)
  • Sensação de alimento preso na garganta
  • Perda de peso sem causa aparente
  • Infecções respiratórias de repetição

A detecção precoce dos sinais, a avaliação individual do paciente, a realização de exames complementares, o planejamento de intervenções terapêuticas e o monitoramento dos resultados requer a colaboração de vários profissionais.

 

♦ As informações contidas neste Blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, fonoaudiólogos, nutricionistas ou outros especialistas. Se tiver alguma dúvida, procure um dos profissionais.

Anúncios

3 comentários em “Entendendo o Problema: Sinais de Disfagia! #porumpastosomelhor

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s